COLUNISTA

06/11/2020
O alívio da quiropraxia

A Quiropraxia é uma especialidade da fisioterapia focada na coluna e outras articulações do corpo, e o modo como se relacionam com o sistema nervoso central. As técnicas de alinhamento corporal realizadas pelos Quiropratas visam o alívio da dor e melhora da função e do movimento, melhorando o posicionamento dos ossos e restaurando o fluxo normal de informações e possibilitando assim a chamada autocura.

O foco da Quiropraxia é a manipulação espinhal, mas também envolve outros tipos de articulações. Através de uma avaliação especializada da mecânica corporal, a Quiropraxia investiga a causa de lesões, dores e perdas de certos movimentos, e através disso o terapeuta consegue identificar quais técnicas são necessárias para a normalização do caso do paciente, além de passar as recomendações e orientações necessárias para a prevenção de reincidências ou novas lesões.

Dentre as técnicas realizadas pelos Quiropratas estão os ajustes manuais, que consistem em posicionar o paciente e aplicar uma pressão rápida na articulação desejada de modo que o terapeuta consiga desbloquear e devolver o posicionamento e o movimento adequado, possibilitando assim uma redução da tensão articular e alívio dos sintomas locais. Os alívios dos sintomas causados pelos ajustes são decorrentes da melhora do movimento local, que se torna mais fluído, como também de uma liberação de neurotransmissores locais que geram uma sensação analgésica e relaxamento muscular. Como os movimentos do corpo resultam da combinação do movimento de várias articulações trabalhando em conjunto, muitas lesões e sintomas aparecem em decorrência de outros problemas em regiões distintas. Uma dor no quadril pode aparecer em decorrência de uma sobrecarga causada por uma lesão de entorse de tornozelo, por exemplo, sendo assim a avaliação deve ser geral e minuciosa.

Apesar do receio popular em relação aos estalidos e sua aparência indelicada, a Quiropraxia tem mais de 100 anos de evidências científicas e possui técnicas que podem ser utilizadas com todos os públicos, desde gestantes à idosos e crianças. Devido a necessidade do atendimento de indivíduos mais frágeis, houve uma adaptação de algumas manobras com o intuito de reduzir riscos, surgindo assim uma gama de instrumentos programados para aplicar sobre a articulação desejada uma pressão controlada, regulando assim a força do ajuste e podendo ser utilizado em indivíduos mais delicados, inovando ao poder ser aplicado em pacientes com até certo grau de osteoporose.

Além dos ajustes articulares, a Quiropraxia associa diversas técnicas que liberam a tensão em tecidos moles, como por exemplo músculos, tendões, ligamentos e fáscias, estruturas que se tensionadas além do ideal podem originar grande parte dos sintomas. Realizados os ajustes articulares e as liberações do tecido mole, é garantida o alívio de grande parte dos sintomas.

Vale ressaltar que cabe ao profissional a identificação e investigação das estruturas comprometidas e envolvidas no aparecimento dos sintomas relatados pelo paciente, assim como a escolha adequada das técnicas necessárias para a resolução do caso, e ao paciente a voracidade das informações cedidas ao profissional e o cumprimento correto das orientações prescritas. Para maior segurança, recomenda-se uma escolha atenta e redobrada sobre as qualificações e formações do profissional escolhido.


CURTA NOSSO FACEBOOK

PREVISÃO DO TEMPO

© Tribuna de Botucatu todos os direitos reservados.