TOR flagra caminhoneiro que desviou carga avaliada em R$ 130 mil e pretendia simular um roubo
14/09/2020
TOR flagra caminhoneiro que desviou carga avaliada em R$ 130 mil e pretendia simular um roubo

Policiais localizaram dois componentes eletrônicos de rastreador com fiação cortada e ao contatar a empresa de monitoramento a funcionária informou que tanto o cavalo trator quanto o semirreboque abordados estavam desaparecidos deste o dia 9

 

Durante fiscalização no combate a ilícitos penais pelo km 208 da SP-280 Rodovia Presidente Castello Branco, nas imediações do pedágio de Itatinga, sentido Leste, policiais militares do Tático Ostensivo Rodoviário - TOR, realizaram um flagrante de furto de uma carga de biscoito. 

Ao dar sinal de parada ao condutor de um caminhão VW, modelo 19.370, cor branca, placas de Rolândia/PR que  tracionava o reboque marca Randon, modelo REB SR GR TR, cor prata, placas de Ribeirão Preto/SP, os policiais observaram que o condutor de 45 anos (R. A S.)  se mostrou apreensivo com a abordagem.

Após fiscalização dos documentos do veículo, nada de irregular foi constatado, porém, ao vistoriar a cabine do caminhão, a equipe localizou dois componentes eletrônicos de rastreador com fiação cortada. Foi feito o contato com a empresa de monitoramento/rastreamento, através de um nº 0800 e a funcionária informou que tanto o cavalo trator quanto o semirreboque abordados eram monitorados pela empresa, porém não havia registro de localização dos veículos desde dia 9.

Devido ao veículo estar vazio e o sistema de monitoramento ter sido inutilizado, os policiais militares rodoviários passaram a indagar o homem abordado a respeito da carga que estaria transportando e ele acabou confessando que carregou biscoitos numa empresa em Simões Filho/BA, avaliada em, aproximadamente, R$ 130.000,00 e tinha como destino uma empresa em Maringá/PR, porém desviou a carga, deixando o caminhão carregado num posto de combustíveis entre as cidades de Cajuru/SP e Serrana/SP na sexta-feira, dia 11.

O motorista Informou ainda que foi para sua residência em Araraquara e pegou o veículo vazio no mesmo posto para prosseguir a viagem como estivesse carregado até Bauru e ali, alterou a rota sentido a Guarulhos/SP e pretendia registrar um boletim de ocorrência de roubo, com falsas declarações, a fim de justificar a ausência da carga. Informaria no boletim de ocorrência (BO) que o local do roubo seria no município de Bauru, onde teria recebido a voz de assalto, mantido refém e, mais tarde, liberado pela quadrilha em Guarulhos/SP, após roubarem a carga e abandonarem o veículo.

O abordado acabou confessando que seu patrão é quem iria lhe pagar R$ 5.000,00 após o registro da ocorrência e que ele já participou desse tipo de furto de carga outras vezes, sendo que registrou dois boletins de roubo de carga recentemente, sendo qualificado como vítima.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao caminhoneiro e a ocorrência foi encaminhada ao plantão permanente de Botucatu, onde o delegado elaborou registro digital de ocorrência (RDO) de furto consumado e localização/apreensão de veículos. Foram apreendidos dois telefones celulares, dois componentes eletrônicos de rastreador, dois CRLV e os veículos.


CURTA NOSSO FACEBOOK

VÍDEO EM DESTAQUE

PREVISÃO DO TEMPO

INDICADOR ECONÔMICO

© Tribuna de Botucatu todos os direitos reservados.