Grupo de Proteção Ambiental flagra materiais inservíveis descartados na estrada da Indiana
09/09/2020
Grupo de Proteção Ambiental flagra materiais inservíveis descartados na estrada da Indiana

Em patrulhamento os agentes encontraram em meio a entulhos descartados, recentemente, documentos com nome e endereço de uma pessoa

 

Apesar de existir uma lei específica que prevê punição aos infratores  muitas pessoas continuam  desrespeitando o Meio Ambiente usando a periferia e a zona rural do município de Botucatu  para o descarte irregular de todo tipo de material como: sofás, colchões, travesseiros, garrafas, restos de materiais de construção, pneus, madeira, papelão, latas, porcelana, móveis e até roupas.

Isso voltou ser flagrado na tarde desta quarta-feira, quando o GPA - Grupo de Proteção Ambiental (GPA) da Guarda Civil Municipal de Botucatu identificou o autor de um descarte irregular de resíduos na Estrada Geraldo Biral (Indiana).

O GPA em patrulhamento preventivo pelo local afim de coibir  crime ambiental, constatou que meio aos entulhos, madeiras, plásticos e papelão descartados, recentemente, havia documentos com nome e endereço de uma pessoa, onde foi realizado contato com a mesma, que confirmou que os resíduos são de sua residência.

Diante da situação foi lavrado o auto de infração, conforme Lei Municipal 3286/93 no valor de R$ 600,00 ficando o autor orientado a retirar os resíduos no prazo de 24 horas, como determina a Lei.

Nos últimos meses já foram flagrados descartes irregulares de entulhos na região do Jardim Centenário, Residencial Convívio,  Anhumas, Toledo,  Pátio 8,  Araquá, entre outros. Essa tipificação de crime, além de agredir o meio ambiente, oferece riscos à saúde pública e interfere na paisagem de forma negativa. Todos os casos estão sendo enviados à Secretaria do Verde para as medidas cabíveis.


CURTA NOSSO FACEBOOK

VÍDEO EM DESTAQUE

PREVISÃO DO TEMPO

INDICADOR ECONÔMICO

© Tribuna de Botucatu todos os direitos reservados.